sexta-feira, 10 de maio de 2019

BOLSONARO FALA EM ‘TSUNAMI’ NO GOVERNO NA SEMANA QUE VEM, MAS NÃO EXPLICA

O presidente Jair Bolsonaro assumiu nesta 6ª feira (10.mai.2019) que tem enfrentado dificuldades por ter escolhido governar sem o “toma lá, dá cá”, como chama a troca de indicações políticas por apoio. “Alguns problemas sim, talvez tenha 1 tsunami na semana que vem, mas a gente vence o obstáculo com toda certeza”, afirmou sem esclarecer do que trata o “tsunami”. A declaração foi dada durante o evento “Nação Caixa”, da Caixa Econômica Federal, em Brasília. Aos gestores do banco, o presidente falou rapidamente: “A imagem distorcida do banco era em função disso. Cada partido tinha uma presidência, uma vice-presidência. Não tinha como dar certo. Escolhi nossos ministros por critério técnico, todos têm liberdade para decidir”. SEMANA DIFÍCIL NO CONGRESSO Na 5ª feira (9.mai.2019), o governo sofreu uma derrota no Congresso. A comissão mista que analisa a reforma administrativa dos ministérios aprovou emenda que retira o Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) da pasta da Justiça para retornar ao ministro da Economia, Paulo Guedes. A medida será analisada pelo plenário da Câmara dos Deputados e, posteriormente, pelo Senado. O governo aguarda também os próximos passos do Legislativo em relação ao decreto que flexibilizou o porte de armas assinado na 3ª feira (7.mai.2019). A área técnica da Câmara dos Deputados produziu para o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), 1 relatório que aponta inconstitucionalidades no texto.

Clique aqui e participe do Grupo Outro Olhar Amargosa no WhatsApp

Curta nossa página no Facebook 👍🏻

Siga nosso Instragram 

0 comentários:

CURTA!