sábado, 16 de fevereiro de 2019

PALMEIRAS BRIGA PARA GANHAR O MESMO QUE CORINTHIANS E FLAMENGO E PODE TER JOGOS NO FACEBOOK E YOUTUBE


A negociação do Palmeiras com as Organizações Globo, pela venda dos direitos de exibição de seus jogos em TV aberta e Pay-per-view (PPV), segue estagnada.
Com caixa reforçado e, portanto, sem qualquer pressa ou necessidade financeira de definir a questão, o clube segue impassível e trata como muito palpável a possibilidade de ter apenas jogos exibidos na TV fechada, pelos canais TNT e Space, da Turner, com quem tem contrato.
A Crefisa, maior interessada em ter o clube na TV aberta, já disse não se importar, caso o clube fique sem exibição no canal de maior audiência no país.
"Eu confio que o presidente Galiotte fará o que for melhor para o clube", diz Leila Pereira.
A Globo também porta-se de modo inflexível na questão. Não aceita pagar ao Palmeiras o que o clube deseja - valores semelhantes aos de Corinthians e Flamengo, na casa de R$ 120 milhões de garantia mínima no PPV -, tampouco remover da proposta um redutor de 15% no valor a ser recebido, por conta de o clube ter assinado com a Turner.
Há, no entanto, uma hipótese que ganha força na questão.
Pessoas com acesso aos bastidores dessa negociação entrevistadas pelo ESPN.com.br entendem que, mediante a dificuldade de conseguir aumentar os valores, o clube pode fazer uma proposta para obter outro tipo de vantagem.
Destas possibilidades, o direito de poder transmitir os jogos do time por streaming em canais próprios, como sua página de Facebook ou perfil no Youtube, ainda que em parceria com a Globo, via Premiere, aparece como hipótese viável.
A saída daria ao Palmeiras alguma vantagem em relação às negociações já feitas, sem fazer com que a Globo tivesse de gastar mais pelo acordo com o clube e ainda ter um prejuízo menor no que diz respeito ao número de partidas que deixará de exibir nesta temporada.
Sem acordo com Athletico-PR e Palmeiras, e com Bahia, Fortaleza, Internacional, Ceará e Santos fechados com a Turner para TV paga, hoje, os canais das Organizações Globo - TV Globo, Sportv e Premiere - deixariam de exibir 74 partidas.

(Fonte: ESPN / * Edição Outro Olhar Amargosa)

Clique aqui e participe do Grupo Outro Olhar Amargosa no WhatsApp


0 comentários:

CURTA!