sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

DECISÃO DA PRESIDÊNCIA DO SENADO É ADIADA PARA AMANHÃ

Após confusão causada pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), com apoio de Katia Abreu (PDT-TO), sessão do Senado foi suspensa.

*RENOVA MÍDIA / edição Outro Olhar Amargosa
A segunda sessão do Senado nesta sexta-feira (1º) deveria eleger o presidente da casa e a mesa diretora, mas não foi o que aconteceu.
Após questões de ordem acerca do rito de votação serem levantadas e a maioria dos presentes decidir por uma votação aberta, os senadores Renan Calheiros Katia Abreu transformaram a casa em uma bagunça.
O grupo de Renan, com apoio forte de Eduardo Braga (MDB-MG), seguia alegando que Davi Alcolumbre (DEM-AP) não poderia ocupar a cadeira de presidente do Senado e ser candidato à presidência da casa ao mesmo tempo.
Do outro lado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), líder do partido, anunciava que a legenda ainda não havia decidido quem seria o candidato.
O impasse se estendeu por quase três horas, com cenas lamentáveis da senadora Katia Abreu roubando a pasta com os documentos da sessão da mão de Alcolumbre e permaneceu abraçada com ela por mais de duas horas, se negando a devolvê-la enquanto o presidente em exercício não abrisse mão do cargo.
Alcolumbre suspendeu a sessão, que deve ser retomada neste sábado (2) às 11h.

Clique aqui e participe do Grupo no WhatsApp

0 comentários:

CURTA!