quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

APÓS DECLARAR VOTO EM HADDAD, ISIDÓRIO DIZ QUE PODE APOIAR BOLSONARO

*Metrópole 
Deputado federal mais votado na Bahia em 2018, Pastor Sargento Isidório (Avante-BA) se disse disposto a apoiar "tudo que for bom" no governo de Jair Bolsonaro, mas fez ressalvas a alguns posicionamentos do novo presidente. A declaração foi dada hoje (1º), após a posse do governador Rui Costa. 
"Se eu não apoiar o governo, eu não tô apoiando os brasileiros. Os brasileiros escolheram ele como presidente. Então, tirando a pistola, a história de que polícia que não mata não é polícia (...), e que policial que matar 10, 15, 25, vai ter prêmio, tirando essas misérias aí, eu vou apoiar tudo que for bom", afirmou Isidório, acrescentando que concorda com a federalização das polícias para a valorização do trabalho policial: "O crime é federal. Onde o bandido chega ele é bandido, e o policial não. Tem que federalizar, fazer comando único pra melhorar o pagamento".
Nas eleições de 2018, Isidório chegou a gravar um vídeo em apoio ao candidato derrotado Fernando Haddad (PT). Ao ser questionado sobre se a nova atitude perante o governo de Bolsonaro não seria incoerente, o deputado federal disse que "respeita a Constituição". "Ser político é diferente de politicagem. Você ficar contra alguém sem nem tomar posse, imagine, eu vou desejar o mal para o presidente eleito pelo povo? Aí eu não sou político", comentou. 
Isidório diz querer "que Deus ilumine o presidente Bolsonaro" e afirma que é preciso esperar que ele mostre a que veio. No entanto, o parlamentar deixou claro que o novo presidente deve governar para todos. "Se ele retaliar o Nordeste e a Bahia, não tem conversa comigo", frisou.

0 comentários:

CURTA!