segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

OLAVO DE CARVALHO PODE SE TORNAR O FUTURO EMBAIXADOR DO BRASIL NOS ESTADOS UNIDOS


Olavo de Carvalho diz que aceitaria ser embaixador do Brasil nos EUA

O escritor, filósofo e jornalista Olavo de Carvalho disse que não quis ocupar nenhum ministério no governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), mas que aceitaria ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos, onde mora.
A afirmação foi feita em entrevista para o programa “Um olhar sobre o mundo”, da TV Brasil, que vai ao ar nesta 2ª feira (3.dez.2018), às 21h45 É a 1ª entrevista de Olavo a uma emissora de TV após o 2º turno das eleições presidenciais, no fim de outubro.
De acordo com Olavo, essa seria uma missão que poderia assumir para contribuir com o Brasil, porque é nos EUA que estão os recursos que o país precisa para se desenvolver. No entanto, advertiu que seria algo temporário, por se tratar de 1 sacrifício.
“Aceitaria por 1 motivo muito simples. A coisa que o Brasil mais precisa é dinheiro. E onde está o dinheiro? Está aqui. Então eu posso fazer algo útil para o Brasil. Vou lá e pego os US$ 267 bilhões que o Trump diz que tem para investir no Brasil. Mas isso não quer dizer que eu queira ser embaixador, nunca quis. Não quero mesmo. Acho 1 horror essa perspectiva. Seria 1 sacrifício. Se fosse, quero que seja temporário”, disse.
Olavo também afirmou que o Brasil deve ser duro nas relações com a China. Segundo ele, caso 1 dia o país asiático cortasse relações comerciais com o Brasil o problema seria temporário e compensado com o dinheiro norte-americano.
Além disso, Olavo falou sobre filosofia e o crescimento do movimento de direita no mundo.
O filosofo tem grande influência no novo governo. É considerado 1 mentor intelectual de Bolsonaro e já indicou 2 nomes para a Esplanada –os ministros de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez.
(Com informações de Agência Brasil)


0 comentários:

CURTA!