terça-feira, 13 de novembro de 2018

POLÍCIA CIVIL DE AMARGOSA - CONCLUSÃO DE INVESTIGAÇÕES


A Polícia Civil de Amargosa divulgou na tarde de hoje (13), a conclusão das investigações envolvendo os dois últimos casos polêmicos ocorridos na Cidade.

Caso “Marquinhos da Arena”

O fato envolvendo o SD PM conhecido como “Silva”, ocorrido por volta das 23h28min, no dia do 2ª turno das eleições/2018, vale dizer, 28/10/2018, tendo como vítima Antônio Marcos Braga do Nascimento, de alcunha “Marquinhos da Arena”, foi concluído com o indiciamento do autor por lesão corporal culposa, com omissão de socorro.

Após perícias realizadas, análise de filmagens, interrogatório do autor, declarações da vítima e oitivas de várias testemunhas, as investigações concluíram pela inexistência de motivação política para o evento. 

Dentre outras fundamentações, consta no bojo do Inquérito Policial nº 150/2018, que autor e vítima eram amigos há mais de 10 (dez) anos, não havendo nenhum desentendimento recente, muito menos por divergências políticas, informações confirmadas pela própria vítima. Percebe-se pela análise das filmagens, que o autor vai gradativamente tomando a faixa contrária de direção, até atingir a vítima, que estava conduzindo um motociclo e não teve reação. Após a colisão, o autor não prestou o imediato socorro a vítima. Em interrogatório, o autor afirmou que cochilou ao volante. 


Caso “Maníaco da Seringa”

O fato ocorreu no último dia 04/11/2018, quando Mateus Oliveira de Jesus, mais conhecido por “Mateuzinho”, teria empurrado uma senhora de 70 anos de idade contra a parede e injetado com uma seringa um líquido no antebraço esquerdo da vítima.

O acusado foi preso em flagrante delito pela Polícia Civil de Amargosa. Foram realizados diversos exames no acusado, dentre eles de HIV, tendo como resultado NÃO REAGENTE. Dos exames realizados, foi positivo apenas para tuberculose, razão pela qual o autor foi indiciado pelo crime do Art. 131, do CP, que diz: Praticar, com o fim de transmitir a outrem moléstia grave de que está contaminado. A vítima foi encaminhada para realização do exame de lesões corporais. 

Houve reconhecimento por fotografia e pessoal realizado pela vítima e o autor confessou a prática do crime, alegando estar “injuriado da vida” e que o líquido injetado seria do seu próprio sangue. 

A Polícia Civil informa que Mateus Oliveira de Jesus PERMANECE preso até a presente data, tendo sido transferido no dia de hoje para o Presídio Regional de Feira de Santana.

Circula no dia de hoje, 13/10/2018, notícias e fotos que correm pelo WhatsApp de que o parceiro de Mateus de nome Jailson dos Santos, vulgo “Nem”, teria praticado o mesmo crime da seringa nesta manhã. A Polícia Civil esclarece que Jailson dos Santos, vulgo “Nem”, se encontra preso no Presídio Regional de Feira de Santana.

0 comentários:

CURTA!