terça-feira, 9 de outubro de 2018

Mestre de capoeira é morto a facadas durante discussão política em Salvador

Moa do Catendê foi esfaqueado em bar após criticar Bolsonaro, diz família
Uma discussão por motivação política acabou com a morte do compositor e capoeirista Romualdo Rosário da Costa, 63 anos, mais conhecido como Moa do Catendê. Segundo a família, Moa estava em um bar perto da casa de um irmão, quando acabou esfaqueado por outro morador da localidade, após se mostrar contrário ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). O crime ocorreu por volta da meia-noite em frente ao Dique do Tororó, na comunidade do Dique Pequeno, Engenho Velho de Brotas.
Fonte: CORREIO*

0 comentários:

CURTA!