sábado, 13 de outubro de 2018


O Globo listou as rasteiras que Lula deu em Ciro Gomes:
“Optou por lançar Fernando Haddad, de seu próprio partido, para seguir controlando a esquerda sem que ninguém lhe fizesse sombra. Em seguida, deu início à estratégia de moer aliados. Primeiro, obrigou o PCdoB a entrar na coligação petista, ameaçando atuar para que os comunistas não ultrapassassem a cláusula de barreira — o que acabou ocorrendo. Em seguida, inviabilizou a aliança do PSB com Ciro, avisando que lançaria Marília Arraes na disputa contra o governador socialista de Pernambuco, Paulo Câmara, caso o partido apoiasse o pedetista (…).
Há um mês, após qualificar a candidatura de Haddad como ‘fraudulenta’, Ciro cravou: ‘isso vai dar merda, não tenho a menor dúvida. (…) A gente não pode chamar a nação para dançar na beira do abismo’. Lula chamou. Fora do segundo turno, Ciro lavou as mãos.”

(Fonte: O Antagonista)

0 comentários:

CURTA!