sexta-feira, 31 de agosto de 2018

"Uma reflexão sobre o envelhecimento populacional em Amargosa." por David Santos

   

    Tomando como base os dados fornecidos pela previdência social e pelo site atlas Brasil, podemos constatar que a população de Amargosa segue o ritmo do país e envelhece gradativamente. Os dados relacionados à taxa de envelhecimento, probabilidade de sobrevivência até os 60 anos, expectativa de vida e valor dos benefícios emitidos pelo INSS demonstram que o número de idosos no município está em aclive; o que deve chamar a atenção do poder público na formulação de políticas públicas que diminuam os impactos da chegada a intitulada ‘’ terceira idade’’. 





     Dando seguimento ao salutar debate, é inevitável a reflexão acerca do preparo do município para atender a demanda relacionada ao público sobredito; vale salientar, que a estrutura municipal já oferece alguns serviços socioassistenciais e de acompanhamento a saúde do idoso. Também no município de Amargosa contamos com o memorável serviço da Fazenda Esperança que trata do acolhimento aos idosos abandonados e em situação de vulnerabilidade social. Apesar dos esforços é visivelmente notável o número de longevos em situação de abandono, com problemas de saúde e reféns da solidão; a aposentadoria na maioria das vezes não é suficiente para manter a gama de medicamentos, o cuidador e as despesas domésticas. 

     O poder público municipal também não dispõe de um serviço eficaz para o atendimento dos idosos em total dependência, e o serviço de saúde ainda é precário, um idoso que porventura precise de um RAIO X ou de uma avaliação de um ortopedista em caráter emergencial precisa se deslocar para outro município a 46km para contar com atendimento adequado, fatos que impactam diretamente na qualidade de vida dos sobremencionados.

     Tendo em conta os fatos, muito em breve serão divulgados dados atualizados acerca do envelhecimento populacional desta década, certamente não trarão nada muito diferente dos dados colhidos em 1991,2000 e 2010 ; portanto, sociedade civil e o poder  público de Amargosa devem fomentar o diálogo e buscar soluções imediatas para promover o melhoramento da condição de vida e a estabilidade social da população idosa.

0 comentários:

CURTA!