segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Coronel minimiza falta de apoio de dirigente do PSB: 'Não será um divergente a influenciar'



Candidato ao Senado nesta eleição, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Ângelo Coronel (PSD), minimizou a eventual falta de apoio de colegas do PSB. "Eu acho que cada um tem que escolher as pessoas que acham que deve merecer o voto, como eu tenho hoje uma grande parcela do PSB, que já fechou apoio à nossa candidatura. Não será um divergente que vai influenciar no apoio", ressaltou o deputado estadual.

Na manhã desta segunda-feira (13), Coronel participa do registro oficial da candidatura da chapa majoritária do governador Rui Costa (PT) no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Na sexta, o presidente do PSB na capital baiana, Waldemar Oliveira, disse que seu candidato será o apresentador Celsinho Cotrim, que disputa o posto pelo PRTB (veja aqui), na chapa do ex-prefeito João Henrique (PRTB). O PSB resistiu à candidatura de Coronel porque Rui Costa acabou colocando o social democrata no lugar da senadora Lídice da Mata (PSB), que disputaria a reeleição. Agora, ela é candidata à deputada federal.
*BN

0 comentários:

CURTA!