quarta-feira, 18 de julho de 2018

O que mostra uma imagem recém-descoberta de Machado de Assis


Fotografia resgata dado atenuado deliberadamente em sua iconografia: a pele negra

A recente descoberta, por parte do notável pesquisador independente Felipe Pereira Rissato, do que parece ser a última fotografia em vida do escritor Machado de Assis é importante na discussão sobre a cor de sua pele. Estampado na revista argentina Caras y Caretas, no ano de sua morte, o Machado de corpo inteiro é um homem evidentemente negro.
Trajado com perfeição, a barba e o bigode irretocáveis, apresentado como “presidente de la Academia de la Lengua Brasileña”. Ainda assim, ou por isso mesmo, esse instantâneo afro-brasileiro rompe com o modelo ático legado à posteridade. No improviso da tomada da foto se revela o racismo que hoje em dia felizmente se tornou inaceitável.

(Fonte: Veja)

0 comentários:

CURTA!