segunda-feira, 23 de julho de 2018

Janaína Paschoal anida não decidiu se será vice de Bolsonaro


A professora licenciada da USP Janaina Paschoal disse nesta segunda-feira em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, que para ela foi como um “soco no estômago” ter sido comparada ao coronel Brilhante Ulstra pelo deputado Eduardo Bolsonaro, filho de Jair Bolsonaro, na convenção do PSL.

Ela disse que procurou entender aquilo como um elogio segundo os parâmetros do deputado, mas que deixou claro para ele que não se sentiu elogiada. Janaina reafirmou que tentará fazer o “jogo do contente” com o grupo de Bolsonaro, tentando abri-lo para além do que chamou de pensamento de “gueto”. Mas ela ainda não decidiu se será vice na chapa

Segundo informações do site Bahia Notícias, dirigentes do PSL têm dito que são muito grandes as chances de a advogada Janaína Paschoal não assumir a vaga de vice do presidenciável Jair Bolsonaro. 

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, as conversas, ela indicou que questões familiares a impedem de ficar com o posto.

O apoio dela a Bolsonaro, porém, é visto como um ativo importante. Integrantes da sigla dizem que Janaína espelha uma direita mais elitizada e que poderia ajudar a modular o discurso do capitão reformado com suas ideias.


0 comentários:

CURTA!