segunda-feira, 21 de maio de 2018

Nos EUA, Moro diz que há ameaças e tentativas de difamação na Lava Jato


CONTEÚDO PODER 360
O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato em Curitiba, disse neste domingo (20.mai.2018) que a condução da operação “não tem sido fácil”. Mencionou “ameaças, riscos e tentativas de difamação” e falou que “ninguém está acima da lei”.
“Esse trabalho não tem sido fácil. Velhas práticas da corrução do sistema e impunidade são difíceis de serem superadas. Há ameaças, riscos e tentativas de difamação. Alguns criminosos não querem mudar o status quo da corrupção e da impunidade. E eles são muitos. E são poderosos”, disse.
Moro foi o principal orador da cerimônia de abertura da Universidade de Notre Dame, nos Estados Unidos. Durante o discurso, mencionou resultados da Lava Jato, como o número de condenados após as investigações.
“Mais de 157 pessoas foram condenadas por corrupção e lavagem de dinheiro. Entre elas, há empresários poderosos, como executivos e CEOs das maiores construtoras brasileiras, executivos da Petrobras, e políticos de alto nível, como congressistas, ex-governadores, ex-ministro de Fazenda do governo, ex-presidente da Câmara e mesmo 1 ex-presidente”.
Citou ainda o apoio dado à Lava Jato pelas manifestações em 2015. Mencionou também pesquisas recentes em que a maioria dos entrevistados se diz favorável à continuação da operação.
Para o juiz, o Brasil falhou em prevenir o abuso de poder. Citou a influência do juiz italiano Giovanni Falcone e aconselhou os formandos a terem “resiliência em uma luta por uma boa causa“, “influência do bom comportamento” e “nunca se entregar para a corrupção ou o desespero“.
Disse que, em 1 Estado de Direito, “ninguém está acima da lei”. “Todos têm direito à igual proteção da lei. Isso quer dizer que é preciso proteger os mais vulneráveis. Mas também significa que ninguém está acima da lei”, afirmou.
Ele ainda mencionou qualidades como integridade, virtude, igualdade e busca pela Justiça.
Terminou o discurso de 22 minutos com uma fala em português: “como dizemos em português ‘boa sorte e vão com Deus'”. Foi aplaudido.

Assista ao discurso (em inglês) do juiz Sérgio Moro, durante cerimônia de formatura da Universidade de Notre Dame:


0 comentários:

CURTA!