segunda-feira, 7 de maio de 2018

Barroso prorroga por mais 60 dias investigações contra Temer

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso prorrogou por mais 60 dias as investigações contra o presidente Michel Temer no âmbito do inquérito dos Portos. A decisão é desta 2ª feira (7.mai.2018). Leia a íntegra.
“Defiro a prorrogação do prazo pleiteada pela autoridade policial federal por 60 (sessenta) dias para a ultimação das diligências”, escreveu o ministro.
O inquérito apura suposto pagamento de propina a Michel Temer e seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures. A suspeita é de corrupção e lavagem de dinheiro na edição da norma em favor da empresa Rodrimar S/A, que opera o Porto de Santos.
Segundo o MPF (Ministério Público Federal), há indícios de que o ex-assessor da Presidência Rodrigo Rocha Loures teria apontado nomes ligados à Rodrimar como intermediários de propinas. Os valores seriam repassados a Rocha Loures e a Temer.
No despacho, Barroso ainda negou pedido de arquivamento das investigações feito pela defesa de Temer. Afirmou que é necessário “aguardar a conclusão das diligências em curso para que se possa formar opinião sobre a existência material dos delitos investigados”.
*Poder 360

0 comentários:

CURTA!