sábado, 14 de abril de 2018

Bombardeios americanos na Síria atingiram três alvos


Os bombardeios ordenados pelo presidente Donald Trump na Síria na noite desta sexta-feira (13) miraram três alvos. Os ataques de caças americanos, aliados a França e Reino Unido, atingiram um centro de pesquisa científica localizado em Damasco, capital síria, uma instalação de armazenamento de armas químicas em Homs, onde estaria a reserva de gás Sarin do regime, e outra instalação do mesmo gênero na cidade, que continha também um posto de comando. As informações foram anunciadas pelo Secretário de Defesa americano, Jim Mattis, e pelo chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, general Joseph Dunford.
Embora o regime sírio tenha reagido inicialmente com mísseis terra-ar para tentar conter o ataque, Mattis afirmou em pronunciamento após o fim dos bombardeios que não houve, até o momento, relato sobre perdas de unidades americanas e aliadas. O Secretário de Defesa classificou os ataques como “uma oportunidade única e uma forte mensagem para dissuadir Assad”.
Em meio à tensão entre Estados Unidos e Rússia, o general Dunford declarou que os ataques tiveram o “máximo cuidado para não atingir tropas ou alvos russos e evitar a morte de civis”.
Ataques têm como objetivo degradar as instalações de armas químicas da Síria, fazendo com que percam anos de pesquisa, minimizando o risco para os civis.

(Fonte: Veja)

0 comentários:

CURTA!