sexta-feira, 23 de março de 2018

Aliados de Lula comemoram com cautela a decisão do STF


O tribunal adiou o julgamento do habeas corpus preventivo e, com isso, livrou o petista da prisão até o dia 4 de abril, quando será realizada a discussão. Apesar da decisão, a defesa do ex-presidente afirmou que não é possível garantir que ele não será detido na Lava-jato.
Conteúdo: CBN 

0 comentários:

CURTA!