sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

FHC aconselha Huck a disputar a eleição



Presidente de honra do PSDB e principal incentivador da candidatura Huck, FHC havia dito horas antes que o apresentador tinha "estilo de peessedebista".
Segundo a Folha apurou, não foi colocada na conversa a possibilidade de filiação do global ao partido, que tem no governador Geraldo Alckmin (SP) seu principal presidenciável —ele irá disputar prévias com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.
O namoro de FHC com Huck tem irritado aliados de Alckmin, que recebeu telefonema do ex-presidente para tentar aplacar o desconforto. À Rádio Guaíba (RS), FHC reclamou nesta sexta (9) da cobrança que tem sofrido pela ambiguidade, dizendo que estar fechado com o PSDB não significa não poder conversar com outros atores políticos.
Se o apresentador se lançar, o PPS deverá ser sua sigla, apesar da restrição apontada pelo próprio FHC sobre a falta de musculatura —ou seja, tempo de TV, fundo partidário e capilaridade. O DEM, que oficialmente nega apoiá-lo, já participou de conversas no sentido contrário.
Huck recebeu um ultimato da Globo para decidir se irá filiar-se a algum partido para disputar a eleição, pois a emissora teme a associação óbvia que será feita entre ela e o eventual candidato. A resposta virá após o Carnaval.
Estrategistas do apresentador estão divididos na hora de apostar o desfecho da novela. Alguns acreditam que Huck vai voltar atrás de sua decisão do ano passado de não concorrer, já que há grande pressão devido às dificuldades de Alckmin em emplacar nesse início de campanha.
Outros creem que o ultimato da Globo fará o mesmo efeito de movimento análogo no ano passado, até porque inclui no veto a trabalhar na emissora a mulher de Huck, a também apresentadora Angélica.
*Folha de S. Paulo

0 comentários:

CURTA!