quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Desastre anunciado: dono do Milan decreta falência


10 meses após se tornar proprietário do Milan, o chinês Yonghong Li, declarou estado de falência, de acordo com informações do jornal italiano Corriere della Sera.
O jornal ainda descreve que Li terá todos seus bens leiloados online através de um site especializado.
Li pagou €740 milhões (R$ 2.9 bilhões) em abril de 2017 para comprar 99.9% do Milan, que à época tinha como proprietário majoritário o ex-primeiro ministro italiano Silvio Berlusconi.
Para realizar a compra, Li utilizou apenas €100 milhões (R$ 401,2 milhões) de sua própria conta. Todo o restante usado foi decorrente de outros meios: €300 milhões (R$ 1.2 bilhão) de um empréstimo de um fundo de capital de risco e €340 milhões (R$ 1.3 bilhão) de fundos em paraísos fiscais.
A justiça determinou que não será possível o pagamento do empréstimo. Como consequência, a Zhuhai Zhongfu, empresa de embalagens avaliada em €60 milhões (R$ 240 milhões) e que tem uma das empresas de Li, a Shenzhen Jie Ande, como menor proprietária em 11.3%, já foi colocada à venda em leilão após decisão em tribunal.
O pedido para que a empresa fosse colocada à venda foi emitido há exatamente um ano, anterior a compra do Milan por parte de Li, mas foi adiada após recorrer a processo.
O jornal alega que Li já estava falido quando assumiu o controle do clube em abril de 2017.
A Comissão Reguladora de Valores Imobiliários da China também anunciou que foi aberto uma investigação a Shenzhen Jie Ande após a empresa não conseguir encobrir a falência de Li após diversos meses.
Relatórios da situação financeira de Li circularam na mídia após a compra do Milan ser realizada, com o The New York Times e o jornal financeiro Il Sole 24 Ore investigando o proprietário chinês e concluir a falta de fundos suficientes.
O Milan é apenas o 7º colocado do Campeonato Italiano com 12 vitórias em 25 rodadas. No último domingo, os rossoneri venceram a Sampdoria na última rodada por 2 a 0, e agora se preparam para encarar o Ludogorets na Europa League nesta quinta-feira.

(Fonte: ESPN)

0 comentários:

CURTA!