quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Relator João Pedro Gebran Neto aumenta pena de Lula para 12 anos e 1 mês em regime fechado



O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do caso tríplex do Guarujá (SP) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), aumentou a pena de Lula para 12 anos e 1 mês em regime fechado e multa de 280 dias. Gebran absolveu Lula no caso do armazenamento e mudança dos bens do petista patrocinados por ele.
 Em julho do ano passado, Moro condenou o ex-presidente a nove anos e seis meses de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no caso do tríplex do Guarujá, no litoral de São Paulo. O petista é acusado de receber o apartamento da empreiteira OAS em troca de favores quando ele ainda era presidente. Na sequência votam os desembargadores  Leandro Paulsen e Victor Laus.

0 comentários:

CURTA!