terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Presépio da Catedral: simplicidade e sofisticação


Neste período de fim de ano, quem comparecer à Catedral de Amargosa, terá a oportunidade de contemplar uma verdadeira obra de arte rebuscada de simplicidade e sofisticação. A obra de arte em questão, um refinado presépio (tradição icônica que retrata o Nascimento de Cristo).
O presépio apresenta belíssima caracterização e tamanho expressivo, obviamente, trazendo símbolos clássicos: o Menino Jesus, Maria, José, Reis Magos, etc. 


Ademais, percebe-se a presença de plantas típicas da nossa região, como cactos, bromélias e arbustos, caracterização que ambienta o presépio à nossa realidade; eis a transposição do Nascimento de Cristo para um plano totalmente coadunado ao cotidiano de Amargosa.


Vale enfatizar a menção de versículos da Bíblia grafados em madeira entalhada, um artifício de muito bom gosto que trouxe a Palavra de Deus para o cenário supracitado. 


Indubitavelmente, a Diocese de Amargosa, uma vez mais, foi muito feliz na caracterização do presépio, fazendo jus à tradição que se iniciara com São Francisco de Assis no período medieval.


Tosta Neto, 26/12/2017

0 comentários:

CURTA!