sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Fifa pedirá indenização caso propina da Globo pela Copa seja provada


Caso seja comprovado que a TV Globo pagou propina para obter contratos de direitos de transmissão das Copas de 2022 e 2030, conforme acusou o ex-executivo da Torneo Y Competencias, Alejandro Burzaco, a FIFA afirmou que vai pedir indenização aos responsáveis pelo esquema de suborno. As informações são do “blog Rodrigo Mattos”, do UOL.
''Como o Departamento de Justiça já reconheceu, a Fifa é vítima de alegadas irregularidades que estão sob questão no julgamento. A Fifa fortemente apoia e encoraja as autoridades norte-americanas pelos esforços de responsabilizar os indivíduos que abusaram das suas posições para corromper o futebol internacional para seu benefício próprio. No caso de o júri constatar que os acusados são culpados dos crimes que são acusados, a Fifa vai tomar medidas necessárias para procurar restituição e recuperar qualquer perda causada pelas suas más condutas'', afirmou a FIFA ao blog Rodrigo Mattos.
A TV Globo é acusada de pagar propina ao ex-presidente da entidade Julio Grondona, a fim de obter os direitos de transmissão. A emissora, por sua vez, nega, conforme aponta a nota abaixo:
''Sobre depoimento ocorrido em Nova York, no julgamento do caso Fifa pela Justiça dos Estados Unidos, o Grupo Globo afirma veementemente que não pratica nem tolera qualquer pagamento de propina. Esclarece que após mais de dois anos de investigação não é parte nos processos que correm na Justiça americana. Em suas amplas investigações internas, apurou que jamais realizou pagamentos que não os previstos nos contratos. Por outro lado, o Grupo Globo se colocará plenamente à disposição das autoridades americanas para que tudo seja esclarecido. Para a Globo, isso é uma questão de honra. Não seria diferente, mas é fundamental garantir aos leitores, ouvintes e espectadores do Grupo Globo que o noticiário a respeito será divulgado com a transparência que o jornalismo exige.''

 (Fonte: Esporte ao Minuto)

0 comentários:

CURTA!