quinta-feira, 20 de julho de 2017

AMARGOSA: Nota dos concursados da prefeitura municipal que ainda estão 'afastados por decreto'

Um grupo de servidores concursados de Amargosa, que ainda estão afastados, reuniu-se na noite de ontem(19), onde preocupados com os seus cargos que foram suspensos pelo prefeito Júlio Pinheiro (PT)  por meio do decreto 006/2017 desde janeiro de 2017 emitiram nota que seque abaixo: 

Nota dos concursados da prefeitura municipal de Amargosa : 
Vimos a público novamente informar a toda população que estamos retornando a condição de protesto e manifestação, tendo em vista o descaso da prefeitura municipal de Amargosa em relação a situação daqueles que prestaram concurso público e processo seletivo no Município. O que ocorre em Amargosa é um fato inédito na história do Brasil, servidores são empossados, afastados por força de decreto, o decreto se finda, e a prefeitura não reconvoca em caráter imediato os mesmos, o que representa um claro atentado aos direitos dos trabalhadores, Vimos também comunicar que não recebemos da administração o cronograma de convocação que deveria ser entregue ainda no mês de fevereiro, também não foi cumprido o compromisso do chefe do executivo, que afirmou que as convocações ocorreriam dentro dos 120 dias estipulados pelo decreto 006/2017, por fim, já se passaram mais de 60 dias do fim do decreto, e a prefeitura ainda não se manisfestou oficialmente sobre os servidores. convocamos o poder legislativo, e judiciário, para tomarem parte da referida situação, Nunca antes vista na história de Amargosa e do Brasil. Agradecemos a todos e manifestamos publicamente nossa decepção .

0 comentários:

CURTA!