sexta-feira, 28 de julho de 2017

AMARGOSA: CONCURSADOS PEDEM CPI PARA APURAÇÃO DE SUPOSTAS ILEGALIDADES DA NÃO RECONVOCAÇÃO

A movimentação dos concursados municipais em Amargosa, na busca de seus postos de trabalho teve início em janeiro deste ano, tendo em vista que estes foram empossados em dezembro de 2016, e através de decreto municipal assinado pelo prefeito Julio Pinheiro(PT) nos primeiros dias de 2017, os trabalhadores foram impedidos de ocupar seus postos de trabalho.(LEIA AQUI
Após 120 dias do acordo entre a prefeitura e os trabalhadores apenas alguns concursados foram reconvocados, outra parte cansou de esperar o cronograma prometido (em decreto) pelo executivo que até então não foi divulgado.
Os concursados municipais de Amargosa estiveram presentes na Sessão da Câmara de Vereadores na noite desta quinta - feira (27), onde em manifestação com cartazes realizaram o pedido da instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), para que a casa legislativa possa apurar em caráter público a legalidade do processo.   
Abaixo a nota dos concursados:
Boletim do concurso público e processo seletivo: Ontem( Quinta Feira), estivemos na sessão da câmara legislativa de Amargosa para cobrar uma maior atuação dos vereadores no caso envolvendo o chamamento dos aprovados em concurso público e processo seletivo que tomaram posse no ano de 2016 e foram suspensos de suas funções por força do decreto 006/2017.Fomos acolhidos e recebemos a solidariedade de todos, que reiteraram  a importância do diálogo e da apuração dos fatos, por fim o presidente Marcos Paulo reafirmou apoio ao movimento e deixou o  jurídico da casa a disposição, também afirmou que estaria aberto a possibilidade da criação de uma comissão parlamentar de inquérito(CPI) ou uma (CPP) para apurar possivéis irregularidades na condução do caso pelo executivo. #Alutacontinua # EM BREVE AGENDA DA PRÓXIMA SEMANA!
Veja decreto enviado pelos concursados e assinado em janeiro:
 

0 comentários:

CURTA!