segunda-feira, 18 de junho de 2018

PT não vai contratar marqueteiro para eleição presidencial
O PT decidiu que não vai contratar marqueteiros para a campanha ao Planalto deste ano. O partido vai usar a Agência PT, sendo que a produção das peças eleitorais serão direcionadas aos publicitários Otavio Antunes e Raul Rabelo. São eles os responsáveis pelo jingle da pré-campanha do ex-presidente Lula, que foi lançado na rede recentemente.
 Os responsáveis pela campanha da presidente Dilma Roussef em 2014, João Santana e Monica Moura, foram presos pela Operação Lava Jato. Os dois assinaram acordo de delação premiada e falaram sobre o recebimento de caixa dois na campanha a reeleição da presidente Dilma e em outras campanhas do PT.
Em regime de prisão domiciliar, o casal João Santana e Mônica Moura, donos da empresa de marketing que fez campanha para o PT, prestaram depoimento em fevereiro deste ano ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, no âmbito da operação Lava Jato. Eles são réus confessos que fecharam acordo de delação premiada com o Ministério Público para poderem sair da prisão. Os marqueteiros cumprem prisão domiciliar segundo a Coluna Painel, da Folha de S. Paulo.
Lídice convoca plenária para discutir chapa majoritária de Rui Costa

A senadora Lídice da Mata (PSB) fará uma plenária, nesta terça-feira (19), para discutir a chapa majoritária do governador da Bahia, Rui Costa (PT), no Hotel Sol Vitória Marina, no Corredor da Vitória, a partir das 6 horas da noite. A composição deve ser anunciada nesta semana.  Ainda não se sabe se Lídice da Mata vai ser candidata à Câmara dos Deputados ou se vai ser suplente do ex-governador.
Márcia Tiburi lança pré-candidatura ao governo do Rio pelo PT

A filósofa Márcia Tiburi lançou sua pré-candidatura ao governo do Rio pelo PT, neste domingo, 17, com um discurso que exaltou o partido para qual entrou no início de março. Márcia, que era filiada ao PSOL desde 2013, afirmou que se juntou ao PT por uma questão de "gratidão" e "na contramão da história", em evento no diretório Estadual do PT.
Marcia também falou que há uma "tentativa de transformar o PT na metáfora do mal brasileiro". "Podemos sempre refazer os nossos caminhos e ter posicionamentos mais condizentes com a nossa própria história. Foi por esse aspecto da gratidão com o PT que eu resolvi me filar, na contramão da história e na contramão dessa conspurcação e dessa tentativa de transformar o PT na metáfora do mal brasileiro", disse.
É a primeira vez que Márcia irá disputar um cargo político. A filósofa entrou no lugar do ex-ministro Celso Amorim, que teria declinado da função depois que especulações davam conta que o ex-chanceler seria cogitado como possível "plano B" petista para substituir o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na candidatura à Presidência.
A pré-candidata também afirmou que, como professora de filosofia, quer ir "em busca da verdade", fazendo referências à prisão, a seu ver injusta, do ex-presidente Lula. Nos bastidores do Psol, comenta-se que a saída de Marcia do partido e a ida para o PT foi em grande parte pela sua enfática defesa ao ex-presidente.
"Nunca fui candidata, mas tenho certeza de que todo o cidadão comum está com vontade de sair da sua zona de conforto, disse. "O PT é o maior partido do Brasil e tem uma consistência teórica que faz sentido, que agrega e que coloca em cena a diversidade da população brasileira", defendeu.
A chapa também lançou o ex-deputado federal e ex-ministro da Secretaria Especial da Igualdade Racial de Lula, Edson Santos, como coordenador do programa de governo. O presidente do PT no Rio, Washington Quaquá, disse que a pré-candidatura de Marcia foi uma unanimidade no partido. "Vamos para a polarização da disputa no Rio de Janeiro com um nome novo, que vai colocar o PT no centro da disputa e garantir um palanque potente para Lula no Estado", justificou.
Wagner recusa ler carta de lançamento de candidatura após pedido de Lula

O ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) foi o escolhido por Luiz Inácio Lula da Silva para ler a carta que o ex-presidente escreveu para o lançamento de sua candidatura à campanha presidencial. De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, o petista acabou recusando a missão. Ele tinha aceitado fazer a leitura, mas, quando chegou ao comício, em Contagem (MG), no dia 8, foi surpreendido pela decisão da organização para que os governadores do PT também lessem o documento – cada um ficaria responsável por uma página. Wagner ficou em silêncio e argumentou também que, assim, a imprensa não passaria a especular com a possibilidade de ele ser o plano B para substituir Lula como candidato a presidente do PT. 
Fonte: Bahia Notícias

domingo, 17 de junho de 2018

"Os Filhos de Thor e os Audazes Mexicanos" por Tosta Neto

A Argentina e a Alemanha, potências mundiais do futebol, “tropeçaram” na estreia da Copa do Mundo. Nossa reflexão poderia enveredar-se à análise dos erros cometidos pelas seleções supracitadas, mas há outras perspectivas que precisamos salientar.
A Islândia, estreante em Copa do Mundo, empatou em 1 x 1 com os hermanos. O aplicado time islandês montou uma rija “muralha de gelo” que conseguiu anular o temido ataque argentino formado por Messi, Aguero e Di Maria. Ademais, os Filhos de Thor apresentaram contumaz disposição física e disciplinada eficiência tática. Messi só quebraria a “muralha de gelo se conseguisse a Manopla do Infinito.
No jogo entre Alemanha e México, assistimos um duelo tático entre Joachim Löw e Juan Carlos Osorio. A estratégia do técnico colombiano foi mais eficiente e os mexicanos conseguiram vencer por 1 x 0 os atuais campeões mundiais com fugazes contra-ataques. Subsequente ao gol, a audaz seleção mexicana foi deveras competente na parte defensiva e resistiu à pressão da Alemanha.
Foi fascinante presenciar o ritual viking entre jogadores e torcedores da Islândia. Também, o choro de Chicharito Hernández após a grandiosa vitória ficará gravado como um dos indeléveis momentos da Copa do Mundo na Rússia.

Tosta Neto, 17/06/2018

Brasil não estreava sem vitória em Copa há 40 anos

O empate entre Brasil e Suíça, por 1 a 1, neste domingo (17) quebrou uma escrita de 40 anos.
Desde a Copa de 1978, vencida pela Argentina em casa, o Brasil não estreava sem vencer em um Mundial. Naquela ocasião, também empatou em 1 a 1, mas com a Suécia.
Zico chegou a fazer o gol, invalidado pelo juiz galês Clive Thomas.
O Brasil, único país a disputar todos os mundiais, agora acumula 16 vitórias, três empates e apenas duas derrotas em estreias de Copas do Mundo. Veja abaixo os resultados:

1930 – Iugoslávia 2 x 1 Brasil
1934 – Espanha 3 x 1 Brasil
1938 – Brasil 6 x 5 Polônia
1950 – Brasil 4 x 0 México
1954 – Brasil 5 x 0 México
1958 – Brasil 3 x 0 Áustria
1962 – Brasil 2 x 0 México
1966 – Brasil 2 x 0 Bulgária
1970 – Brasil 4 x 1 Tchecoslováquia
1974 – Brasil 0 x 0 Iugoslávia
1978 – Brasil 1 x 1 Suécia
1982 – Brasil 2 x 1 União Soviética
1986 – Brasil 1 x 0 Espanha
1990 – Brasil 2 x 1 Suécia
1994 – Brasil 2 x 0 Rússia
1998 – Brasil 2 x 1 Escócia
2002 – Brasil 2 x 1 Turquia
2006 – Brasil 1 x 0 Croácia
2010 – Brasil 2 x 1 Coreia do Norte
2014 – Brasil 3 x 1 Croácia

(Fonte: ESPN)

Das lágrimas no 7 a 1 ao favoritismo na Copa da Rússia; o que mudou na seleção em quase 4 anos

8 de julho de 2014. 17 de junho de 2018. 1440 dias. Ou 3 anos, 11 meses e 9 dias.
Quase quatro anos se passaram desde que a seleção brasileira sofreu o 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo, contra a Alemanha. Mas muitas coisas mudaram antes da estreia deste domingo, contra a Suíça.
A primeira das trocas foi a de treinadores. Na realidade, foram duas no meio do caminho. Luiz Felipe Scolari deu lugar a Dunga que, em 2016, foi demitido e substituído por Tite.
Com o novo técnico no comando, foram 21 partidas, 17 vitórias, 3 empates e apenas uma derrota - em amistoso contra a Argentina.
O time titular também mudou muito. Apenas Marcelo e Fernandinho foram titulares no 7 a 1 contra os alemães - além de Neymar, Thiago Silva, que não foram para o jogo no Mineirão, e Paulinho e Willian, que entraram no 2º tempo.
Sob o comando de Tite e com uma equipe titular praticamente fechada, o Brasil evoluiu e mudou de patamar durante as eliminatórias. Do 6º lugar na tabela para a classificação antecipada para o Mundial.

(Fonte: ESPN)

Trump dispara primeiro tiro da guerra comercial com a China

O governo do presidente americano Donald Trump anunciou nesta sexta-feira (15) que vai impor tarifas de 25% sobre um montante de US$ 50 bilhões de produtos chineses, acusando Pequim de "roubo de propriedade intelectual".
As sobretaxas, que devem entrar em vigor em 6 de julho, vão afetar inicialmente mais de 800 produtos. Um segundo lote de quase 300 produtos virá em seguida, e os EUA prometeram aumentar essa lista caso a China retalie.
Mas Pequim já afirmou que vai responder à altura, o que deve confirmar os temores de uma guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo.
Trump afirmou que as tarifas são "essenciais para prevenir a continuidade de transferências injustas de tecnologia americana e propriedade intelectual para a China, o que vai proteger empregos americanos".
A China afirmou que "não quer uma guerra comercial, mas o lado chinês não tem escolha senão fazer forte oposição a isso, diante do comportamento míope americano que vai prejudicar ambos os lados". Pequim afirmou que vai impor suas próprias tarifas, de amplitude equivalente, que podem afetar produtos agrícolas e bens manufaturados, segundo o New York Times.

O que vai ser afetado - e por quê?
Entre os produtos afetados, há desde pneus de aviões, maquinários para a indústria e escavadeiras até carros, helicópteros e lavadoras de louça.
Os EUA afirmam querer interromper supostas práticas de transferência de propriedade intelectual de produtos americanos para empresas chinesas, como exigências de que empresas estrangeiras compartilhem seus direitos autorais com parceiros locais se quiserem ter acesso ao mercado chinês.
O embaixador Robert Lighthizer, chefe de comércio exterior no governo dos EUA, afirmou que Trump "corretamente reconhece que, se quisermos que nosso país tenha um futuro próspero, temos que agir agora para manter o comércio justo e proteger a competitividade".
Já o porta-voz da Chancelaria chinesa afirmou que "se os EUA tomam medidas unilaterais e protecionistas que ferem os interesses chineses, vamos responder imediatamente com as decisões necessárias para proteger nossos interesses e direitos legítimos".

'Proteger empregos'
A medida americana remete a uma das promessas mais repetidas por Trump na campanha eleitoral de 2016: agir para proteger empregos americanos na indústria manufatureira, argumentando que "acordos comerciais desastrosos" prejudicavam os EUA e que o livre-comércio é um "erro colossal".
No início deste mês, Trump já havia tomado medidas semelhantes contra o México, o Canadá e a União Europeia, impondo sobretaxas sobre a importação de aço e alumínio para, segundo ele, proteger empregos americanos no setor metalúrgico.
Mas a perspectiva de uma guerra comercial com a China gera temores até mesmo dentro dos EUA, uma vez que muitas empresas e investidores dependem do acesso ao mercado chinês, e outras usam peças produzidas no país asiático na composição de seus produtos. Há, por fim, o risco de que as tarifas elevem o preço, nas gôndolas americanas, de produtos importados chineses ou de composição parcialmente chinesa.
A Casa Branca, por sua vez, negou que as medidas vão atingir os consumidores, apontando que itens como televisores foram retirados da lista de produtos que serão sobretaxados.

Reações políticas
Curiosamente, a reação política às tarifas ultrapassou linhas partidárias: alguns democratas elogiaram as medidas de Trump, enquanto republicanos - tradicionalmente defensores de políticas de livre-comércio - foram mais reticentes.
O senador Chuck Schumer, um dos líderes do Partido Democrata, afirmou que as sobretaxas são "corretas". "A China é nosso real inimigo comercial. Seu roubo de propriedade intelectual e barreiras que impedem nossas empresas de competir de modo justo ameaçam milhões de futuros empregos nos EUA", afirmou via Twitter.
O republicano Kevin Brady afirmou que ter "preocupação de que as novas tarifas acabem prejudicando, na verdade, fábricas, fazendeiros e trabalhadores americanos".
E a Câmara Americana de Comércio afirmou que as medidas de Trump "não são a abordagem correta".

(Fonte: BBC Brasil)

sábado, 16 de junho de 2018

Professor do CFP/UFRB recebe título de notável saber

Foi realizada no centro cultural da Câmara de Vereadores em Salvador, na última sexta feira(15), a segunda edição de entrega dos títulos de notável saber a diversas autoridades da cultura no país. O evento contou com a participação de diversas autoridades da política nacional e personalidades do meio artístico.
A premiação representa uma estratégia de valorização dos interlocutores culturais que possuem relevância destacada em seus segmentos.
O professor Dr. Jean Adriano, representando o Centro de Formação de Professores - UFRB, foi um dos agraciados com o referido título pela Câmara Municipal de Salvador e FECABA, considerando toda sua trajetória como investigador a ativista popular.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Estudantes do Colégio Rômulo Almeida em SAJ, fazem manifestação em inauguração da Policlínica

Nesta sexta-feira(15), durante a visita do governador Rui Costa para a inauguração da Policlínica Regional de Santo Antonio de Jesus, alunos do Colégio Estadual Rômulo Almeida protestaram em frente a instituição de saúde reivindicando o início das obras do colégio; os alunos foram deslocados para as instalações do IFBA (Instituto Federal da Bahia). As informações são do site Voz da Bahia. Com cartazes de “queremos nosso Rômulo” e “bota a cara governador”, os discentes chamavam à atenção de todos com gritos de ordem, entretanto, os mesmos foram impedidos de entrar na instituição. Veja o vídeo:
Amargosa: Ex-prefeito Valmir Sampaio terá que devolver mais de R$ 40 mil aos cofres públicos, diz TCM

Ex-prefeito de Amargosa, Valmir Sampaio(PT) terá que devolver aos cofres públicos mais de R$ 40 mil, diz TCM
Em sessão realizada nesta quarta-feira (13), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou com ressalvas as contas das prefeituras de Amargosa, da responsabilidade de Valmir Sampaio (PT), respectivamente relativas ao exercício de 2012.



O ex gestor foi multado e terá que devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 43.080,14, com recursos pessoais, pela não apresentação de um processo de pagamento. Na publicação do tribunal não consta a possibilidade de recurso das decisões.
Fim da condução coercitiva elevará nº de prisões

Fim da condução coercitiva elevará nº de prisões

por Josias de Sousa, para UOL

A pretexto de proteger os investigados, o Supremo Tribunal Federal proibiu por 6 votos a 5 a condução coercitiva. A decisão deve sair pela culatra, pois procuradores e juízes tendem a substituir o depoimento compulsório, sem intimação prévia, por uma ferramenta mais draconiana: a prisão temporária.
A condução coercitiva foi largamente utilizada nas investigações da Lava Jato. Em quatro anos, a força-tarefa de Curitiba e o juiz Sergio Moro lançaram mão da ferramenta 227 vezes. A rotina virou polêmica em 2016, quando a PF conduziu Lula para ser interrogado numa sala do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.
Em ações protocoladas no Supremo, o PT e a OAB questionaram a constitucionalidade do procedimento. Numa decisão solitária e liminar (provisória), o ministro Gilmar Mendes, relator das ações, proibiu a condução coercitiva em dezembro de 2017. Desde então, proliferam os pedidos de prisão temporária.
A decisão de Gilmar alterou os rumos, por exemplo, de um processo que envolve seu amigo Michel Temer. No inquérito sobre corrupção no setor de portos, a Polícia Federal desejava conduzir coercitivamente 13 investigados. Entre eles empresários e amigos do presidente. Como Gilmar proibira o transporte de suspeitos na marra, a PF requisitou a intimação simultânea dos encrencados.
Ao analisar o pedido, a procuradora-geral da República Raquel Dodge preferiu requerer a prisão temporária dos 13 investigados. Simultaneamente, requisitou batidas policiais de busca e apreensão em escritórios e residências. Com isso, manteve o efeito surpresa, evitando a eventual combinação de depoimentos e a destruição de provas.
A opção de Raquel Dodge foi avalizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator do processo sobre portos na Suprema Corte. Pela lei, a prisão temporária vale por cinco dias, renováveis. Contudo, a procuradora-geral pediu a revogação das detenções depois de três dias. E foi atendida por Barroso.
Verificou-se que, concluídas as buscas e os interrogatórios, não havia a necessidade de esticar o encarceramento. Libertou-se inclusive um investigado que se recusou a prestar depoimento: o coronel aposentado da PM paulista João Baptista Lima, apontado como operador de propinas de Temer. Dodge e Barroso deixaram claro nos textos anexados ao inquérito que as detenções não teriam ocorrido se as conduções coercitivas não estivessem proibidas.
No plenário do Supremo, Barroso votou com a ala minoritária. A certa altura, o ministro declarou fez um histórico sobre a legislação que permitia as conduções coercitivas. Disse o seguinte:
“O artigo 260 do Código de Processo Penal constou da redação original, que está em vigor desde 3 de outubro de 1941. Portanto, está em vigor há quase 80 anos, trinta dos quais sob a vigência da Constituição de 1988. Concorre a uma passagem para Zurich, para as Ilhas Virgens ou para as Ilhas Cayman quem adivinhar o que aconteceu de novidade no Brasil para justificar a súbita indignação contra a condução coercitiva tantos anos após a sua vigência.”
“Eu arrisco um palpite'', prosseguiu Barroso. ''É que o direito penal finalmente vai chegando, aos poucos, com atraso, mas não tarde demais, ao andar de cima, aos que sempre se imaginaram imunes e impunes. Gente que paga tudo com dinheiro vivo, desconhece o sistema bancário, gente que vive de dinheiro fácil, gente que vive com dinheiro dos outros, gente que vive com dinheiro desviado.”
O ministro concluiu: “Agora que juízes corajosos rompem este pacto oligárquico de impunidade e de unidade, e começam a delinear um direito penal menos seletivo e a alcançar criminosos do colarinho branco, há um surto de garantismo. É o mal travestido de bem.”
A tendência é que os “juízes corajosos” de que fala Barroso, impedidos de utilizar uma ferramenta que estava disponível há 77 anos, passem a impor as prisões temporárias. Quer dizer: a pretexto de socorrer investigados, o Supremo complicou-lhes a vida. De resto, ficou demonstrado uma vez mais que a Justiça é cega. Mas tem um olfato aguçadíssimo.

Bahia tem 5 cidades com mais eleitores do que habitantes

Em levantamento divulgado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta que cinco cidades da Bahia possuem mais eleitores do que habitantes.

Maetinga, na região sudoeste do estado, é o município baiano com a maior discrepância entre eleitorado e população. A cidade possui 6.736 pessoas aptas a votar, enquanto a população não passa de 4.456 -- diferença de 2.280 pessoas.

O município aparece na quarta posição nacional e na terceira do Nordeste entre as cidades com maior diferença entre o número de eleitores e o de habitantes.

Serra Preta, a cerca de 150 quilômetros de Salvador, aparece em segundo lugar na Bahia. Possui eleitorado formado por 16.941 pessoas, enquanto a população é de 16.036. A cidade ocupa a 14ª posição nacional e na 7ª posição no nordeste.

Outra cidade com mais eleitores do que elitores é Lajedão, no sul da Bahia, que tem eleitorado de 4.805 pessoas, enquanto a população não passa de 4.068. Completam a lista Potiraguá (com 8.747 eleitores e 8.438 habitantes) e Ribeirão do Largo (7.502 eleitores e 7.437 habitantes).

Em todo o Brasil, segundo o levantamento, há 231 municípios com mais eleitores do que habitantes. A Bahia fica em 9º lugar no ranking dos estados com mais cidades que possuem mais eleitores que habitantes.

O estado possui o quarto maior eleitorado do país, com 10,2 milhões eleitores. A cidade com mais eleitores no estado é Salvador (1,7 milhão de pessoas), que ocupa a 5ª posição entre as capitais em número de votantes.

A pesquisa
Para a pesquisa , foram utilizados dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgadas em 31 de maio, comparados com a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para 2017.

O levantamneot analisou o número de eleitores de 2018, os municípios com o maior eleitorado e o número de cidades que possuem mais eleitores do que habitantes.
Fonte: G1

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Cavalo solto na pista provoca acidente com ambulância de Amargosa

Uma ambulância do município de Amargosa sofreu um acidente em função de uma cavalo solto na pista , próximo a Laje na BR-420. O acidente ocorreu madrugada desta quinta-feira(14), segundo informações do site A.N. O condutor da ambulância tentou desviar do animal, mas não conseguiu.

Com o impacto, o animal morreu e a ambulância ficou com a parte frontal da lataria destruída . O veículo estava sem pacientes no momento do acidente e o motorista saiu ileso.

POLÍCIA CIVIL DE AMARGOSA ELUCIDA MAIS UM ARROMBAMENTO


A Polícia Civil de Amargosa deflagrou no dia de hoje, 14/06/18, a fase final da investigação acerca do furto mediante arrombamento da loja de eletrônicos denominado Net Mania, com o cumprimento de mandado de busca e apreensão judicial nas residências de Ailton de Moura Silva, vulgo “Nery”, 21 anos, João Vitor Santana de Oliveira, 19 anos e do menor R.S.O., de 17 anos de idade.

De acordo com as investigações, Ailton de Moura Silva teria aliciado o menor para com ele praticar o crime, o que ocorreu no dia 19/11/17, quando de posse de uma marreta “Nery” quebrou os vidros da loja para ter acesso aos produtos e, com um saco em mãos, subtraiu diversos aparelhos celulares, de marcas variadas, foragindo em seguida.

A maior parte dos aparelhos ficaram com Ailton, sendo que parte deles passou para o João Vitor revender, o que o fez, mesmo sabendo se tratar de mercadoria objeto de crime. “Nery” não foi localizado em sua residência.

Parte dos aparelhos foram recuperados no dia de hoje e serão entregues ao legítimo proprietário. Além do crime de furto qualificado, Ailton de Moura Silva, vulgo “Nery” irá responder pelo crime de corrupção de menores.

É A POLÍCIA CIVIL DE AMARGOSA A SERVIÇO DA SOCIEDADE
Fonte: POLÍCIA CIVIL
Deputada pede que russas não façam sexo com estrangeiros para evitar filhos mestiços

A líder do Comitê para as Famílias do Parlamento russo pediu nesta quarta-feira (13) que suas compatriotas não façam sexo com estrangeiros que não sejam brancos durante a Copa do Mundo.
À imprensa local, a parlamentar Tamara Pletnyova disse que transar com estrangeiros aumenta o risco de que as russas se tornem mães solteiras de filhos mestiços.
"Essas crianças mestiças sofrem e sofreram desde os tempos soviéticos ", justificou Pletnyova.
"É uma coisa se eles são da mesma raça, mas outra bem diferente, se eles são de uma raça diferente. Eu não sou nacionalista, mas mesmo assim sei que as crianças sofrem. As crianças são abandonadas, e é isso, acabam ficando aqui com a mãe", afirmou a deputada do Partido Comunista KPRF, que costuma apoiar o presidente Vladimir Putin em votações importantes.
Os comentários geraram controvérsia. Os russos brancos, segundo o censo de 2010, correspondem a 81% da população do país - o restante inclui minorias étnicas como turcos e mongóis.

Filhos da Olimpíada'

O comentário da deputada foi motivado por uma pergunta relacionada aos chamados "filhos da Olimpíada" de Moscou, em 1980.
O termo é considerado pejorativo e normalmente é a associado a russos de ascendência africana, latina ou asiática - que sofrem preconceito no país, principalmente em cidades do interior.
A frase sugere que estas pessoas teriam sido concebidas durante os Jogos, por mulheres russas que se relacionaram com estrangeiros. Nos anos 1980, ainda sob a régua do comunismo soviético, métodos contraceptivos eram raros no país.
Ainda segundo Pletnyova, as russas devem "se casar por amor, independente de sua etnia".
A FIFA estima que 1 milhão de turistas estrangeiros visitem o país durante a Copa do Mundo, que começa oficialmente nesta quinta-feira, em Moscou, com partidas em 11 cidades, até 15 de julho.
Nem a FIFA nem o Comitê Organizador da Copa do Mundo comentaram as declarações.
Um estudo divulgado recentemente pelas ONGs russas Fare Network e Sova Centre, em Moscou, aponta para um aumento de manifestações racistas nos estádios que serão usados durante a Copa.
Segundo relatório, 19 menções a "macaco" e canções neonazistas foram identificadas nos estádios entre 2017 e 2018.
Entre 2016 e 2017, segundo o levantamento, apenas duas menções do tipo haviam sido registradas. O estudo é realizado desde 2012.
Fonte:  BBC News Brasil
Casal fica “preso” durante ato sexual e pede por ajuda

Um casal ficou preso durante ato sexual em um hotel na cidade de Kitale, no Quênia. De acordo com o portal de notícias Nairobi News, o homem estava tendo uma relação sexual com sua amante quando seu pênis ficou “colado” à vagina da mulher. Eles tiveram que pedir ajuda do serviço de hotel, que imediatamente acionou a polícia local.
De acordo com a esposa do homem, que apareceu na delegacia ao saber do incidente, seu marido reside na cidade de Lodwar com sua família. No entanto, ele sempre vai a Kitale a compromisso de trabalho. A esposa também reportou ao Nairobi News que desconfiava da traição há um tempo e que chegou a procurar uma bruxa da região para fazer uma armadilha para seu marido e a amante.
Partidos pagam salários de até R$ 27 mil a seus dirigentes

Presidentes e dirigentes de partidos recebem salários que chegam a R$27,5 mil por mês, segundo o jornal O Estado de S.Paulo. O valor é superior aos vencimentos de governadores, como o de São Paulo - R$ 22,3 mil por mês.
Levantamento feito pela publicação com 35 partidos aponta que 12 deles pagaram em 2017 vencimentos a seus dirigentes que variaram entre R$ 22,5 mil (PRP) e R$ 4,1 mil (PCB). A remuneração é permitida, seja com dinheiro do Fundo Partidário, ou privado, arrecadado em doações externas ou de filiados. 
Confira os maiores rendimentos dos presidentes de partidon em 2017:
PRP: Ovasco Altamari - R$ 27, 5 mil
PV: Penna - R$ 26 mil
PT: Rui Falcão - R$ 26 mil
PSD: Alda Marco Antonio - R$ 25 mil
PSB: Carlos Siqueira - R$ 25 mil
PTB: Roberto Jefferson - R$ 23 mil

CURTA!